Rehberger Landler/pt: Unterschied zwischen den Versionen

Aus Dancilla Wiki
Wechseln zu:Navigation, Suche
(Descrição de dança)
 
Zeile 36: Zeile 36:
  
 
'''Compasso 1 – 2:''' O rapaz toma com sua esquerda a direita da moça e a gira 2 vezes em sentido horário. A moça em seguida volta a tomar o rapaz no seu braço esquerdo reiniciando a caminhada em sentido de dança.
 
'''Compasso 1 – 2:''' O rapaz toma com sua esquerda a direita da moça e a gira 2 vezes em sentido horário. A moça em seguida volta a tomar o rapaz no seu braço esquerdo reiniciando a caminhada em sentido de dança.
 +
  
 
Em geral o Landler é dançado 3 vezes. A cadência no final é assim também finalização.
 
Em geral o Landler é dançado 3 vezes. A cadência no final é assim também finalização.

Aktuelle Version vom 5. Januar 2020, 22:19 Uhr

Landler de Rehberg na Baixa Baviera.

Posição inicial

Rapaz e moça lado a lado no círculo – moça à direita do rapaz, voltados em sentido de dança. A moça dá o braço esquerdo para o rapaz.

Descrição de dança

Introdução

Caminhada e canto

Compasso 1 - 8: Todos caminham iniciando com o pé esquerdo, perna direita balanço por sobre a esquerda. No próximo compasso da mesma forma com as pernas invertidas – pé direito faz o passo e perna esquerda faz o balanço. A perna que balança fica levemente flexionada. Desta forma, com os passos e balanços alternados a caminhada fica com um leve balançar.

Caminhada e palmas

Compasso 1 - 8: Sem mudar a posição entre si, continuando na caminhada como anteriormente, os rapazes executam 1 palma a cada compasso. Podem ser executados outros palmas também.

Tem-se registros antigos nos quais a moça se soltava do rapaz e girava sua frente na linha do círculo enquanto o rapaz executava as palmas.

Condução da moça

Compasso 1 – 5: O rapaz toma a mão esquerda da moça com a sua direita e a conduz, elevando as mãos unidas sobre as cabeça, em sentido anti-horário ao seu redor. A moça executada passos ternários enquanto o rapaz continua a caminhada no sentido de dança, passos pequenos. No compasso 5 a moça deve estar novamente na direita do rapaz.

Compasso 6 - 8: No compasso 6 as mãos unidas são levadas para baixo e levemente para trás. Ao mesmo tempo os dois se voltam frente a frente e dão-se as mãos em paralelo. No compasso 7 e 8 as mãos unidas balançam levemente contra o sentido de dança, os pés acompanham o movimento de balanço.

Girar da moça

Compasso 1 – 2: O rapaz solta a sua mão direita e conduz a moça com sua esquerda em sentido ao centro do círculo. Sob as mãos unidas ela executa 1 ½ giro em sentido horário, vindo a terminar o giro estando para dentro do círculo, voltada para fora. Enquanto isto o rapaz, em 2 passos ternários se desloca para fora do círculo. Ele fica sempre voltado para a moça e finaliza estando frente a frente com ela, voltado para o centro do círculo. Por um breve momento unem as mãos em paralelo.

Compasso 3 – 4: Segue o mesmo movimento inversamente. O rapaz solta a mão esquerda e conduz a moça com sua direita em sentido para fora do círculo. Ela gira 1 ½ vezes em sentido anti-horário e finaliza voltada para dentro do círculo. O rapaz com 2 passos ternários volta para dentro, sempre de frente para a moça. Ele desvia da moça pela esquerda, em meio círculo em sentido horário. No final soltar as mãos. Este movimento deve acontecer sem paradas, também na continuação da próxima figura de giro do par.

Compasso 5 - 8: O rapaz segura a moça de forma que fiquem com os ombros direitos unidos. Sua mão esquerda apoia o braço direto da moça por baixo, sua direita abraça o lado esquerdo da moça. A moça por sua vez coloca as mãos nos braços do rapaz. Nesta posição o par gira 2 vezes no seu eixo, passos pequenos sendo 1 passo por compasso.

Compasso 9-24: A figura do giro da moça se repete mais 2 vezes, totalizando 3 execuções.

Cadência

Compasso 1 – 2: O rapaz toma com sua esquerda a direita da moça e a gira 2 vezes em sentido horário. A moça em seguida volta a tomar o rapaz no seu braço esquerdo reiniciando a caminhada em sentido de dança.


Em geral o Landler é dançado 3 vezes. A cadência no final é assim também finalização.

Observações

Em uma descrição mais antiga consta:

Compasso 1 – 8: Os pares caminham de braço dado em sentido de dança. Os rapazes cantam quadrinhas a duas vozes.

Passos diversos se viam:

a) Caminhada com leve balancear do corpo no ritmo do compasso. A primeira batida do compasso marcava cada passo.
b) A perna livre é balançada sobre a perna de apoio a cada passo.
c) A perna livre, na segunda batida do compasso, é levemente apoiada ao lado do pé de apoio – passo de juntar.

Letras

Quadrinhas comuns no Rehberger Landler:

Åba lustig und kreuzfidel,
Hoam gehn ma nit so schnell,
Hoam geh’n ma scho,
Åber jetztad nit no.
Åba lustig is auf da Wölt,
Håb’n die Herrn a koa Göld,
Is für uns a koa Schånd,
Wånn ma koans håb’n.
Des landlerisch Tånz’n,
Des geht a weng schen,
Båld måch’ns an Hupfa
Båld bleib’ns wieda stehn.
Musikant'n es Hundsviecha
Gebt’s ma mei Göld wieda
Der mit'm Fiedlbog'n 
Håt mi betrog'n.
Musikanten spuits auf
Und es werds scho wås kriagn.
Is's Obst amål zeitig
Gibts Äpfel und Birn'.
Musikanten spuits auf
Und es werds scho wås kriagn.
I låss euch a Haferl
voi Eadäpfe siadn. 
Musikant'n es Schwänz,
Es kennts koane Tänz,
Es kennts koane Liada
Fürs Ånnamiada.
A frische Maß Bier
und an Foam an weißn
heit geh'n ma net hoam
bis uns außischmeißn.

Origem

Este Landler é um representante típico das muitas variações dos Landler da baixa Baviera. Foi registrado em 1972 por Wolfgang A. Mayer em Rehberg / Niederbayern. Ali era dançado por jovens e mais velhos na noite após o „Wandervogel-Singen“ no domingo de Pentecostes em 1972. A música era tocada por Hubert Wurm (*Rehberg 1940) na gaita diatônica (gaita-ponto) sendo acompanhado pelo ser irmão na percussão.

Existem diversas descrições do Rehberger Landler, que na sua execução apresentam pequenas variações, mesmo que todas elas tomam com fonte a descrição de Wolfgang A. Mayer. Da mesma forma também nos diversos grupos aparecem estas pequenas variações. A descrição aqui apresentada é assim também apenas uma destas variações existentes e não remete a si o direito de ser “correta”.

Fontes

  • Descrição de Stefan Messner conforme Wolfgang A. Mayer.
  • Partitura conforme Willi Bauer, músico de Wolfganz A. Mayer's. A melodia original tocada por Hubert Wurm tem algumas diferenças.
  • Descrição em Volkstanzkreis Freising

CD / DVD

Partituras

Videos

Em outros idiomas